segunda-feira, 13 de abril de 2015

Moradores de Satubinha são beneficiados com ações do Estado


O município de Satubinha, distante 262 km da capital, possui o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em 0,493, o que situa a cidade na faixa de Desenvolvimento Humano Muito Baixo, conforme classificação do IDHM na faixa de 0 a 0,499. A população do município corresponde a pouco mais de 11 mil habitantes e a renda per capita média é de R$ 131,73.

Satubinha foi contemplada com o Plano de Ações Mais IDH, lançado pelo governador Flávio Dino, que inclui medidas de curto, médio e longo prazo para solucionar problemas históricos dos 30 municípios maranhenses com os piores índices de desenvolvimento. Entre as ações está o Programa Escola Digna, que prevê a construção de 1.090 escolas de alvenaria em substituição às estruturas improvisadas de taipa, palha, galpões ou outros estabelecimentos considerados inadequados pelo Ministério da Educação.

A professora Evamisse Araújo Soares, 44 anos, relatou que a Escola Municipal Professora Carmelita Queiroz, situada no Assentamento Extrativista Santa Maria, distante há um quilômetro do respectivo município, é uma das sete escolas em situação inadequada existentes na região. Ela disse que o local foi construído pelos moradores do Povoado, que abriga 65 famílias, há pelo menos oito anos e os três professores que lecionam na escola são mantidos pela Prefeitura Municipal de Satubinha.

“Temos aproximadamente 65 alunos distribuídos nos três turnos, entre crianças e adultos. A nossa estrutura é precária, no verão é calor e muita poeira, no inverno a chuva e a lama invadem a sala de aula. A nossa água não é tratada e o banheiro de palha também é improvisado, é comum encontrarmos vestígios de fezes e urina nos fundos do colégio, pois temos muitas crianças e apenas um banheiro. Estamos muito animados, pois uma equipe do governador Flávio Dino esteve aqui fazendo o mapeamento das escolas de taipa e a nossa entrou no cadastro, a previsão é que ainda esse ano seja iniciada a construção de uma escola de alvenaria”, comemorou Evamisse Araújo.

Outro benefício do Plano de Ações que está contemplando a cidade de Satubinha é o Mutirão ‘Mais IDH’ que está levando serviços de saúde e cidadania para os municípios de difícil acesso e que vivem em situação de extrema pobreza. Em apenas seis dias de ação, quase 2 mil pessoas já foram atendidas no município. Segundo a chefe de Execução de Serviços da Unidade, Lindalva Pereira, os serviços mais procurados foram as emissões de carteira de identidade e CPF para crianças.

O pescador Valdir Pereira, 42 anos, contou que com a facilidade concedida pelo mutirão e por exigência da escola onde seus dois filhos, de 3 e 5 anos estudam, foi necessário providenciar a emissão dos documentos. Ele explicou que reside com a família no povoado Centro do Timóteo e a cidade mais próxima para a emissão da identidade e do CPF está a 10 km (Pio XII). “Nunca tivemos uma oportunidade como essa, temos que aproveitar, afinal nenhum governo havia enxergado a nossa comunidade”, explicou.

O lavrador Francisco Carneiro dos Santos, 39 anos, também aproveitou o Mutirão para emissão da carteira de identidade e CPF dos cinco filhos. Ele destacou a facilidade, comodidade e gratuidade na solicitação dos documentos. “Somos do Quilombo Sapucaia e estamos distantes da sede pelo menos 40 km, então a nossa dificuldade era muito grande, afinal temos cinco filhos. Mas com o programa tivemos essa oportunidade e por tudo isso agradecemos ao governador Flávio Dino que olhou pelas pessoas do nosso município que estavam realmente desassistidas”, declarou.

A regularização dos documentos é um passo importante para a cidadania possibilitando o acesso a serviços e garantia dos direitos essenciais. O acesso aos serviços de documentação é apenas uma parte das ações do Mutirão Mais IDH, sendo fundamental para que os moradores possam ter os documentos necessários para serem beneficiados com os serviços das próximas etapas do Plano de Ações Mais IDH.

Durante o Mutirão, também estão sendo oferecidos serviços na área da saúde, educação e assistência social. Os serviços estão sendo disponibilizados desde o dia 6 deste mês, e seguem até o dia 18, nas cidades de Serrano do Maranhão, Pedro do Rosário, Amapá do Maranhão, Centro Novo do Maranhão, Governador Newton Belo, Brejo de Areia, Conceição do Lago Açu, Satubinha e Cajari. O Mutirão é uma ação conjunta entre diversas secretarias do Estado e as prefeituras para melhoria da qualidade de vida da população que mais precisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz