quinta-feira, 25 de abril de 2013

Parlamentares em visita ao Hospital Nina Rodrigues




  Deputados conhecem assistência prestada pelo Hospital Estadual Nina Rodrigues

Mantido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Hospital Estadual Nina Rodrigues, recebeu, nesta quarta-feira (24), a visita dos deputados estaduais das Comissões de Saúde e de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa (AL). O objetivo da visita foi verificar a estrutura de atendimento daquela unidade de saúde, que é referência para tratamento de pessoas com distúrbios mentais e dependentes químicos. O hospital abriga, também, presos de Justiça diagnosticados com transtornos mentais.
Os deputados Cleide Coutinho (PSB), Magno Bacelar (PV), Valéria Macedo (PDT), Francisca Primo (PT), da Comissão de Saúde, e Eliziane Gama (PPS), da Comissão de Direitos Humanos, puderam observar, além da estrutura física, procedimentos médicos e formas de atendimentos adotados pelas equipes técnica e médica do hospital.
Enfermarias, ala para tratamento de dependência química, oficinas terapêuticas e a enfermaria que recebeu presos de Justiça foram visitadas pelos parlamentares que conversaram com pacientes, acompanhantes e funcionários do hospital.
Para os deputados, a visita os surpreendeu positivamente. "Nós estamos agradavelmente surpresos, pois pudemos observar um ambiente acolhedor, servido por profissionais competentes e comprometidos que trabalham por amor", disse a deputada Cleide Coutinho, que é médica.
Na enfermaria que atende exclusivamente pessoas com dependência química, os parlamentares elogiaram as instalações e o fato de haver, no hospital, um espaço destinado unicamente para estes pacientes. "Quando pensamos em um hospital psiquiátrico sempre nos vem à cabeça um local sujo, desagradável. Aqui pudemos ver que é exatamente o contrário. É um ambiente propício e adequado, além de ter uma equipe multidisplinar muito comprometida", destacou a deputada Valéria Macedo, presidente da Comissão de Saúde da AL.
"Aqui tenho recebido um bom tratamento, com atenção da equipe e também ocupo meu tempo nas oficinas", disse um paciente que está sendo tratado contra a dependência química, que preferiu não se identificar.
A deputada Eliziane Gama, também, destacou o serviço que vem sendo prestado pelo hospital aos seus usuários. "Percebemos um atendimento diferente do que era ofertado antes e que passou uma boa impressão", disse a parlamentar, que visitou também a ala dos presos de Justiça.
Os deputados foram unânimes em afirmar que o principal problema encontrado no Hospital Nina Rodrigues diz respeito à demanda recebida pela unidade de saúde.  "É importante que os municípios invistam na assistência à saúde mental e de dependência química para que esses doentes não venham todos para São Luís", disse Valéria Macedo.
No final da visita, pacientes entregaram quadros pintados por eles durantes as oficinas de arte-terapia. "Se vê claramente que as pessoas que aqui estão são muito bem tratadas", frisou Magno Bacelar.
Para o diretor do Nina Rodrigues, Rui Cruz, a visita foi importante. "Os deputados puderam ver as condições adequadas do hospital e perceberam também que os municípios precisam fazer sua parte para que possamos diminuir a demanda em torno do Nina Rodrigues", destacou ele.     
A visita dos parlamentares ao hospital foi uma consequência da audiência pública realizada no dia 10 deste mês e que teve como tema a internação compulsória de usuários de drogas no Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz