terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Júnior Verde colhe demandas de trabalhadores de Tutóia, Araioses e Santo Amaro


Durante o último final de semana, o deputado estadual Júnior Verde percorreu os municípios de Tutóia, Araioses e Santo Amaro, reunindo lideranças políticas, trabalhadores rurais, pescadores e agricultores familiares para colher demandas que serão levadas ao Governo do Estado.
Uma das primeiras providências será a elaboração de uma Indicação ao Ministro da Previdência Social sobre a necessidade da publicação do regimento interno regulamentando as atribuições e competências da atividade pesqueira, considerando que a mesma foi incorporada à agricultura e muitas decisões da Superintendência da Pesca dependem das condições legais para legitimar suas ações.

O parlamentar solicitará também celeridade na pavimentação da Ma-135, no trecho que liga Barreirinhas a Paulino Neves, e na conclusão da estrada que vai de Água Doce a Araioses, como incentivo ao Turismo e ao desenvolvimento econômico da região.

Outra Indicação que será encaminhada solicita a inauguração das agências do INSS, já devidamente concluídas a mobiliadas, nos municípios de Araioses, Alto Alegre do Pindaré e Zé Doca.

“Solicitaremos ainda uma viatura traçada para diminuir as dificuldades de muitos trabalhadores da região de Tutóia; a construção de uma ponte para o município de Santo Amaro; a ampliação da rede elétrica dos povoados Cocal e Cassó; uma ambulância para o município de Santo Amaro; e a conclusão da quadra e da escola do povoado Cocal, cujas obras estão paradas há mais de um ano”, garantiu Júnior Verde.

Os trabalhadores dos três municípios também solicitaram ao deputado assistência técnica, liberação das linhas do PRONAF e instrumentos para fomentar a produção maranhenses. “Todas demandas legítimas. Temos terra, água e principalmente, a mão de obra necessária para alavancar a produção maranhense. Faremos nosso papel em dar as condições para que isso aconteça”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz