terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Edilázio cobra ação enérgica do Governo contra assaltantes de bancos no estado


O primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Edilázio Júnior (PV), lamentou na manhã de hoje a elevação do índice de violência no estado. Ele falou da explosão de caixas eletrônicos do Banco do Brasil realizada na noite de ontem no município de Colinas, ação de organização criminosa que resultou na morte de uma jovem.
“Assalto a banco, explosão de bancos e de caixas eletrônicos passaram a ser corriqueiros no estado. Dia sim, dia não, é registrado esse tipo de crime no estado. O único período em que houve uma pausa, foi no Carnaval, porque os bandidos estavam brincando. Passou o Carnaval, logo no primeiro dia útil, houve explosão de caixa eletrônico”, disse.
Edilázio relatou que a falta de segurança tem assustado a população de todo o estado, sobretudo nos municípios menores. “Nós estamos falando do município de Colinas, onde uma jovem inocente foi morta ontem. Município que tem como base e reduto o nosso vice-governador Carlos Brandão e o manda-chuva do Governo, secretário Marcio Jerry. Se lá está desse jeito, imagina nas pequenas cidades onde não têm essas autoridades, esses notáveis dentro do Governo do Estado”, completou.
Edilázio cobrou ação mais enérgica do Sistema de Segurança Pública e investimentos efetivos no setor.
“O secretário Jefferson Portela, diferentemente dos demais secretários que passaram por ali, já chegou político. Deputado Raimundo Cutrim entrou polícia e saiu político. Aluisio Mendes, entrou polícia e saiu político. E não tenho dúvida de que essa disposição de Portela de bater boca com colegas aqui de plenário, de não aceitar críticas, prejudica o comando dentro de uma secretaria tão importante. Espero isso que aconteceu em Colinas não se repita e que haja uma ação enérgica do Governo”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz