quarta-feira, 10 de junho de 2015

Prefeito Irlan Serra aproveita prisão de vereador para tentar articular a entrada de aliada na Câmara Municipal de Pedro do Rosário


O prefeito de Pedro do Rosário Irlan Serra (PTC), irmão do suplente de deputado Toca Serra, que está sendo investigado por envolvimento com agiotagem, aproveitou o episódio ocorrido com o Lourinho de Abimael (PMN) vereador do mesmo município, preso na última segunda (08), para articular com a sua chefe de gabinete, Edinólia Saraiva, uma possível cassação do vereador Lourinho.

Dessa forma, assumiria a sogra da chefe de gabinete, Terezinha Lobato (PT), que seria mais uma aliada da gestão municipal. Terezinha atualmente está com os direitos políticos suspensos, ela teve suas contas rejeitadas quando ainda era presidente da Câmara de Vereadores de Pedro do Rosário.

Mais o que o prefeito e seus aliados não contavam, era que o vereador conseguiria provar que também foi lesado, e da condição de réu passou a ser vítima de fraudadores.

ENTENDA O CASO

Lorinho de Abimael (PMN), vereador da cidade de Pedro do Rosário, foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal na tarde da última segunda (08) no KM 258 da BR 316. Como a estrada é cheia de buracos, a placa dianteira do carro caiu, fato que chamou a atenção dos policiais da PRF.

No ato da fiscalização, foi constatado que o veículo, uma picape VW / Saveiro a princípio de placas NXD-1333 tinha documento falso e era clonado. A placa original da picape é OEF-9949. O automóvel havia sido roubado na capital piauiense em 2014.

Lourinho foi preso em flagrante por incurso nos crimes de receptação e uso de documento falso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Inês – MA. Crime esse inafiançável. Porém, como foi comprovado que o mesmo foi vítima de fraudadores, já que comprou o carro em Pedro do Rosário no valor de R$ 28.500,00 e recebeu no município de Pinheiro sem saber da procedência duvidosa do veículo, foi estipulado o pagamento de fiança. O vereador foi liberado na noite da última terça (09).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz