segunda-feira, 8 de junho de 2015

Fernando Furtado repudia atentado sofrido pelo diretor do Sinproesemma em Santa Quitéria


O deputado Fernando Furtado (PC do B) utilizou a tribuna na sessão plenária desta segunda (08) para repudiar o atentado sofrido pelo diretor do Núcleo do Sinproesemma de Santa Quitéria - MA, professor José Augusto Ribeiro, que teve seu carro alvejado por dois tiros na madrugada do dia 04 de junho.

De acordo com Fernando Furtado, o professor José Augusto lidera uma greve municipal dos professores que teve início no dia 13 de maio, reivindicando principalmente a correção do piso nacional dos professores, a redução da carga horária dos professores do 1° ao 5° ano, e o pagamento de adicional noturno, risco de vida e inclusão do calendário de férias para os vigias que trabalham nas escolas do município, cujo prefeito é Sebastião Moreira (PR).

“Começa assim, primeiro mandam dar um susto, atiram no carro, aí o cara não recua, porque é um guerreiro, é um lutador, depois tentam fazer de outra forma, até consumar o fato como foi feito com o vereador do PC do B, presidente da Câmara de Santa Luzia, o Vavá da Faísa, e também da forma como foi feito com o companheiro de Dom Pedro,” alertou o parlamentar.

Furtado disse estar preocupado com a onda de atentados aos membros do PC do B. “Agora as coisas se voltam contra os companheiros do PC do B, contra os sindicalistas, como é o caso do SINPROESEMMA, ligado ao PC do B, então, me parece que agora se tornou moda atacar covardemente as pessoas que lutam pela manutenção dos direitos dos trabalhadores,” frisou.

Finalizando seu discurso, Fernando Furtado citou a Constituição Brasileira, que assegura o direito de greve. “É um direito legal e legítimo. Então, a gente repudia e pede que sejam tomadas as providências perante a Secretaria de Segurança do Estado,” concluiu o deputado.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz