segunda-feira, 2 de março de 2015

Cabo Campos visita Rio Pericumã e cobra agilidade na construção da ponte


Neste domingo (1º), o deputado Cabo Campos (PP) esteve na margem do Rio Pericumã, precisamente no local onde será construída a ponte, que liga o município de Central do Maranhão a Bequimão.

Na oportunidade, o parlamentar esteve acompanhado do ex-prefeito do município Irã Monteiro (PSD), dos vereadores João Batista “Jojoca” (PSB), Cleudilene Privado “Fechinha” (PSDB), Ubaldo Antônio (PT) e Valdenor Azevedo “Noga” (PSB). Também acompanharam o deputado à líder comunitária do movimento quilombola Fátima Rolan, o ex-vereador Valter Costas e o professor Epitácio.

Durante a visita, o deputado afirmou a todos os moradores da região que a construção da ponte será finalizada. “Essa ponte será construída, é um compromisso do nosso governador Flávio Dino com os municípios dessa região”, disse o deputado.

Campos prometeu ainda cobrar agilidade na construção da ponte e da rodovia que liga o trecho entre os municípios de Central e Bequimão.

De acordo com o parlamentar, as obras irão beneficiar todos os moradores daquela região, melhorando a escoação da produção local e reduzindo, consideravelmente, a distância entre os municípios circunvizinhos, como Guimarães, Mirinzal, Cururupu, Cedral, Porto Rico, Serrano, Apicum-Açú e Bacuri, além de melhorar o acesso à capital do Estado.

O ex-prefeito de Central do Maranhão Iran Monteiro assegurou que a construção da ponte é de suma importância para região e, principalmente, para o aquecimento do comércio local. “A construção dessa ponte, além de enriquecer o turismo de nossa região, produtores dos municípios de Bequimão, São Bento, Palmeirândia e Peri Mirim, terão fácil acesso e poderão expor e comercializar seus produtos na tradicional feira de Central que acontece aos fins de semana”.

Já o professor Epitácio disse que os moradores da região aguardam com ansiedade a construção da ponte que mede aproximadamente 400 metros. Epitácio acrescentou ainda que o acesso para esses municípios hoje só é possível através de uma passagem obrigatória pelo município de Pinheiro. Trata-se de um benefício que contemplará municípios da Baixada Ocidental e do Litoral Norte dotado de imenso potencial turístico, como a Floresta dos Guarás, inúmeras praias, balneários e outras opções”, explicou o professor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz