quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Prefeitura participa de IV Jornada Pedagógica das Escolas Comunitárias



A Prefeitura de São Luís participou do início da IV Jornada Pedagógica das Escolas Comunitárias. O evento começou nesta terça-feira (20) e vai até a sexta-feira, 23, no Teatro Municipal de São Luís. A jornada é promovida pelo Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas de São Luís e tem como tema "Repensando a prática pedagógica rumo a uma educação de qualidade". Na solenidade de abertura, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior foi representado pelo gestor da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Geraldo Castro Sobrinho.

O titular da Semed destacou a qualidade do trabalho desenvolvido pelas escolas comunitárias e reforçou o apoio do prefeito Edivaldo no sentido de tornar ainda mais produtiva a parceria entre as comunitárias e o poder público. "Manifesto o reconhecimento da Prefeitura de São Luís face ao trabalho desenvolvido pelas escolas comunitárias sérias e o grande trabalho que desempenham no sentido de acolher e contribuir com a educação das crianças da nossa cidade. Nosso compromisso é o de trabalhar para fortalecer ainda mais essa parceria", disse Geraldo Castro.

Também estavam presentes ao evento o presidente da Comissão de Educação na Câmara Municipal de São Luís, Ricardo Diniz; a representante do Conselho Nacional e do Estadual de Recursos Hídricos, Teresa Cristina Castro; e a articuladora do Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas, Maria Neuza da Silva Ribeiro, que também é presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O vereador Ricardo Diniz, destacou o papel fundamental das escolas comunitárias no desenvolvimento de uma sociedade. "Conhecer as escolas comunitárias me enche de orgulho, pela luta e garra dos gestores, coordenadores pedagógicos e professores", observou.

Cerca de 250 educadores, gestores e coordenadores pedagógicos participaram da reunião
O evento contou com a participação de cerca de 250 educadores. Para a presidente do Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas de São Luís, Maria Neuza da Silva Ribeiro, a jornada foi idealizada como um momento do professor repensar sua prática pedagógica e discutir temas importantes "O professor precisa se autoconhecer, buscar novas informações e tecnologias para ampliar o seu trabalho em sala de aula, com o intuito de promover uma educação de mais qualidade", enfatizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz