quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Governadora Roseana assina ordem de serviço para construção de nova sede da Univima


A governadora Roseana Sarney assinou, na tarde desta terça-feira (11), a Ordem de Serviço para o início das obras de construção da nova sede da Universidade Virtual do Maranhão (Univima), ao lado da Praça Maria Aragão, onde antes estava o prédio do Espaço Cultural.

O documento foi assinado, também, pelo secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Costa, na presença dos secretários de Estado Anna Graziella Neiva Costa (Casa Civil), Danilo Furtado (Educação), Olga Simão (Cultura) e Carla Georgina (Comunicação Social), bem como de professores, pró-reitores, pais e alunos.

A governadora destacou a importância da construção da nova sede, frisando que a obra será entregue em três meses. Afirmou que o prédio será de fundamental importância para a capacitação profissional dentro da perspectiva de formação de 500 mil jovens por ano. Ela informou que a obra está orçada em R$ 6.669.468,00 e que, 2011 para cá, já foram capacitados mais de 250 mil maranhenses, por meio de cursos de formação continuada e de qualificação profissional.

“Nossa meta era formar 400 mil jovens por ano e isto nós cumprimos a contento. Agora, estamos com a perspectiva de chegar ao fim deste ano com cerca de 800 mil jovens capacitados. Isto significa mais pessoas prontas para o mercado de trabalho, o que, sem dúvida, é uma grande conquista para o Maranhão”.
Meu Primeiro Emprego
Roseana Sarney, também, destacou o programa Meu Primeiro Emprego. “A notícia que temos para dar é que o mercado já absorveu 100 mil novos trabalhadores”, disse aproveitando a oportunidade para informar que encaminhou à Assembleia Legislativa matéria propondo a realização de concurso público para o magistério, com a oferta de três mil vagas em 2015.

O secretário José Costa lembrou que o programa Maranhão Profissional inspirou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Governo Federal, exatamente pela sua importância para o mercado de trabalho e para os jovens brasileiros. Ele lembrou que, atualmente, as atividades da Universidade Virtual alcançam 137 municípios e que na capital existem 26 pontos.

“O Governo do Estado preocupa-se com a capacitação e, também, com a inclusão dos jovens no mercado de trabalho. A nossa estrutura tecnológica opera com três canais de satélites, o que possibilita à Universidade chegar a locais sem acesso a internet”, disse o secretário, acrescentando que novos cursos serão oferecidos e aguardam apenas aprovação do Conselho Estadual de Educação. São cursos técnicos plenos e de graduação (tecnólogos e licenciatura).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz