terça-feira, 7 de outubro de 2014

Eliziane Gama e os novos desafios


Surpreendeu a todos a votação expressiva [133.556 mil] e a consolidação da eleição para a Câmara Federal da deputada estadual Eliziane Gama (PPS). Não que se duvidasse da eleição da popular-socialista, mas o desempenho da parlamentar surpreendeu, disso não há dúvida.
Sem padrinhos políticos, sem sobrenome de qualquer família tradicional nas esferas de Poder no Maranhão e sem estrutura de campanha, Gama obteve vitória maiúscula nas urnas, alcançando a maior votação de deputado federal eleito em 2014.
Para se ter ideia do feito de Eliziane, basta comparar o seu desempenho com dois nomes também elevados para a Câmara Federal: Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e João Castelo (PSDB).
Filho de um ex-deputado estadual e da atual prefeita de Matões,e com forte atuação nos municípios vizinhos a Matões, além de ser o atual líder da oposição na Assembleia Legislativa – com proximidade ao governador eleito, Flávio Dino (PCdoB) -, Rubens Júnior não conseguiu superar os votos de Eliziane.
Outro expoente na política, o ex-governador do estado, ex-senador da República, ex-deputado federal e ex-prefeito de São Luís, João Castelo – que recebeu apenas 52.781 votos [a segunda menor votação dentre os eleitos], obteve desempenho abaixo do esperado e muito abaixo de Eliziane Gama, que iniciou a sua trajetória na política há pouco mais de 8 anos. Analistas políticos opinavam que Castelo seria eleito um dos deputados federais mais bem votados no Maranhão. Não foi.
Potencial candidata a prefeita de São Luís em 2016, Eliziane Gama agora sabe que terá pelo menos dois desafios enormes pela frente. O primeiro vai ser exercer um bom mandato em Brasília, acima da média se possível, e ao mesmo tempo ficar em evidência em São Luís, onde ela sonha em ser prefeita.
O segundo será peitar [se necessário] Flávio Dino e todo o grupo que apoia Edivaldo Holanda Júnior (PTC), e convencê-los de que tem potencial, legitimidade, garra, coragem e vontade de ser a próxima prefeita da capital, para enfim concretizar alguns de seus principais objetivos na política maranhense.
Mas, ela sabe que para isso, terá de enfrentar muitas barreiras. Algumas talvez levantadas por quem a abraçou ontem…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz