quarta-feira, 31 de julho de 2013

Prefeitura de Codó e Plan Lançam projeto Novos Quilombos em parceria com União Européia

A prefeitura de Codó e a ONG Plan Internacional realizaram neste último domingo (28) o lançamento oficial do projeto Novos Quilombos, que irá beneficiar três comunidades quilombolas da zona rural de Codó. Moradores de diversas localidades foram até o povoado de Santo Antônio dos Pretos para prestigiarem a festa de lançamento.

Autoridades municipais, representantes das associações comunitárias e da sociedade civil organizada compareceram à cerimônia de lançamento. Compondo a mesa de honra estavam presentes o Prefeito Municipal de Codó, Zito Rolim, o Secretário Municipal de Governo, Ricardo Torres, o Secretário Municipal de Cultura e Igualdade Racial, Augusto Serra, o Secretário Municipal de Agricultura, Cordeiro Oliveira, além dos presidentes das associações das comunidades quilombolas, Francisco Carlos e Raimundo Ubirajara. Representando a ong Plan Internacional estava presente a Assessora de Gênero e Segurança Econômica, Célia Bonilha.

Em 2012, por meio de edital lançado pela União Europeia, a Prefeitura Municipal de Codó venceu o concurso, realizado entre estados e municípios de toda a federação, no qual receberia recursos para um projeto que levasse desenvolvimento autossustentável as comunidades quilombola localizadas em sua zona rural. Moradores quilombolas de Santo Antônio dos Pretos, Barro Vermelho e Centro do Expedito, localidades comtempladas no convênio, assistiram atentos a vídeos e palestras explicativas sobre a implantação do projeto e os benefícios que serão levados as comunidades ao longo de três anos. Apresentações religiosas e culturais de origem afro-brasileira também estavam na programação do evento.
Em uma explanação mais detalhada sobre o trabalho a ser realizado na região, o Secretário Municipal de Agricultura, Cordeiro Oliveira, esclareceu que o principal objetivo do projeto era a ampliação da produtividade agrícola das famílias, sua participação no mercado local e a redução da pobreza e da exclusão social das comunidades. O secretário explicou que os investimentos prevêem maquinários para a construção de açudes, equipamentos de irrigação e treinamento especializado para o desempenho correto e em escala comercial da produção agrícola local.
Novos Quilombos: Resistência e fé

Em suas palavras, proferidas aos convidados de diversas comunidades da região, o Secretário Municipal de Governo, Ricardo Torres, conseguiu sintetizar a essência do projeto Novos Quilombos em duas palavras: Resistência e fé. Fazendo uma apropriada analogia entre os sentimentos que moveram os primeiros habitantes do centenário quilombo da zona rural de Codó e o projeto que poderá renovar a vida de seus remanescentes, o secretário disse que o segredo do sucesso da implantação do Novos Quilombos residia na capacidade de resistência e na força da fé das comunidades de Barro Vermelho, Centro do Expedito e Santo Antônio dos Pretos.

Os primeiros habitantes que aqui chegaram vieram fugindo da escravidão, da opressão. Chegaram ao Barro Vermelho, Centro do Expedito, Matões dos Moreiras, Santo Antônio dos Pretos e tantas outras comunidades aqui vizinhas, formando focos da mais absoluta resistência. O Projeto Novos Quilombos nasce, principalmente, da fé. Da fé, desde sempre, dedicada a coragem. A Fé da coordenação da Plan Internacional. A fé da dedicação do Prefeito Zito Rolim e de seus secretários, que acreditaram quando a União Européia lançou o edital.”   

 O secretário ainda explicou detalhes sobre a publicação do edital e o redirecionamento do projeto para o empreendedorismo agrícola nas localidades quilombolas da zona rural. De acordo com Ricardo Torres, a proposta foi elaborada com técnicos da Plan, Técnicos da Secretaria de Agricultura e o auxílio da Secretaria de Cultura e do IFMA. “A Prefeitura de Codó, juntamente com essas instituições e as comunidades locais fizeram com que o Novos Quilombos fosse o único projeto em 2012 a celebrar contrato com a União Européia para aplicação de recursos nessas comunidades. A partir desse momento, o que era sonho virou realidade. Começamos a enxergar aquilo que só imaginávamos. O projeto é agrícola. Um meio de resistência. Resistência a seca, resistência as dificuldades. Com esse projeto, pretendemos que a famílias produzam o ano inteiro, todo o ano” Explicou o secretário.

Para o prefeito de Codó, Zito Rolim, mais do que investir e ensinar a produzir, a administração municipal e o projeto Novos Quilombos, irão garantir a absorção do que for produzido nas comunidades quilombolas. “Eu aqui me sinto em casa, e os meus amigos daqui podem observar o quanto o governo vem se empenhando, mesmo com as dificuldades, em melhorar as condições de vida das comunidades. E nada melhor do começarmos a mudar por meio de investimentos na produção agrícola das famílias das localidades que compõe essa região. Se produzir é difícil, mais difícil ainda é ganhar o mercado para o que produzimos. Mas em nosso município o mercado é garantido. Por meio de PAA e do PENAE, que garante a compra do produtor familiar local, poderemos absorver a produção gerada pelo projeto Novos Quilombos”. Garantiu.


Satisfeito com a organização do lançamento do projeto e com o entusiasmo das comunidades envolvidas, Zito Rolim se despediu de forma bem esperançosa em Santo Antônio dos Pretos. “Iremos viver um momento inédito em nosso estado e em nosso município, com importantes investimentos da União Européia que serão revestidos em geração de renda e bem estar para as comunidades quilombolas. Governar é criar oportunidade para o produtor. Temos orgulho de podermos administrar um município tão adimplente a ponto de conseguir tão importante convênio. Quero parabenizar a equipe da PLAN, por seu excelente trabalho realizado aqui, o empenho de nossos secretários municipais envolvidos no projeto e todos os presentes nessa oportunidade, que vieram assistir e prestigiar o lançamento do projeto Novos Quilombos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz