quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Formandos do Projovem Trabalhador de Codó realizam feira de exposição e recebem certificados de conclusão.


A Praça Ferreira Bayma ficou tomada de jovens no fim da tarde de ontem, dia 20, e foi cenário para a exposição dos projetos finais das turmas dos Arcos Ocupacionais do Programa Projovem Trabalhador de Codó. Mais de uma dezena de estandes mostravam ao público os criativos projetos elaborados pelos formandos. No arco de Alimentação, os alunos da professora Glades prepararam lanches naturais e saudáveis para servir aos visitantes. Beliscos, saladas e sanduíches foram acompanhados por uma deliciosa vitamina de frutas, que levava suco composto de maracujá e cereais. Tudo 100% saudável.
No arco de Administração as turmas montaram empresas que colocavam produtos a disposição do público. Algumas foram ousadas, como a que levou uma Sex Shop para a praça, expondo seus produtos em um estande reservado e com toda a discrição, permitindo a entrada apenas do público adulto. Outra empresa criada pelos alunos do arco de Administração ficou responsável pela cobertura jornalística e pela campanha publicitária do Programa Projovem trabalhador de Codó. Os alunos formaram e empresa New Age Comunicações, constituída pelo Jornal Nova Era e pela Agência de Publicidade Idéia.
No arco de Serviços Pessoais, os estudantes montaram equipes para cuidar da beleza dos visitantes, prestando serviços de estática, cabeleireiro, pedicure e manicure. Os trabalhos do arco de Construção e Reparos uniram criatividade e solidariedade, expondo trabalhos em maquetes de projetos, materiais de construção e imagens que mostravam uma casa construída por eles e dada a um dos alunos do curso. Os formandos do arco refizeram a residência de um amigo de curso, antes de massapé, e hoje uma casa de três quartos, feita de alvenaria dentro das normas e padrões da construção civil.
Após a exposição, os alunos se reuniram no salão nobre da prefeitura de Codó para receberem seus certificados de qualificação e capacitação profissional. “A exposição é uma forma dos jovens apresentarem os resultados da qualificação profissional nas diversas áreas trabalhadas e tudo que aprenderam em seis meses. Agora eles se apresentam aptos e enfrentar o mercado de trabalho com muito mais segurança”, explicou a professora Raquel, coordenadora do programa em Codó.
Professores, funcionários da Fundação Cajuina, administradora do programa, e representantes do governo realizaram a entrega dos certificados de centenas de alunos entre 19 e 29 anos.O Projovem é um programa do Governo Federal desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Codó, sob responsabilidade da Fundação Cajuina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz