quinta-feira, 1 de junho de 2017

Eleições 2018: José Carlos Madeira pode ser uma opção do governador Flávio Dino para o Senado


Entre tantos nomes polêmicos colocados para a disputa de senador pelo grupo dinista, José Carlos Madeira, ao lado do ex-governador José Reinaldo Tavares, talvez fosse uma das melhores opções para o governador do Maranhão apostar.
O assunto, claro, não é discutido abertamente, mas nos bastidores comenta-se que o juiz federal José Carlos Madeira pode ser o nome “pessoal” do governador Flávio Dino para o senado nas eleições de 2018.
O magistrado também não comenta sobre o assunto publicamente, e sempre trata de desconversar quando perguntado se toparia aposentar a toga para enveredar pelo território político.
Blog do Robert Lobato já havia tratado sobre o assunto em post publicado em janeiro de 2016 (reveja aqui), quando o juiz Madeira afirmou o seguinte:
“Fui sondado por algumas lideranças nacionais e locais da Rede, e também de outros partidos, como o ex-senador e atual governador Pedro Taques, sobre a possibilidade de uma candidatura em 2018. Deixei claro que colocaria o meu nome à disposição do Maranhão se for para disputar uma vaga para o Senado, pois diante dos nomes postos até agora avalio que teria boas chances. Outro cargo não me anima, tipo deputado estadual, deputado federal ou cargo executivo. Meus quase 20 anos de magistratura e militância na área do Direito me deram acumulo suficiente para ser um representante qualificado do nosso estado na Câmara Alta.”
Perto de se aposentar por tempo de serviço, José Carlos Madeira tem dito a amigos que possui três opções para seguir a vida depois que deixar a magistratura: firmar-se como empreendedor e assumir os negócios de sua família; abrir um escritório de advocacia com foco em direito eleitoral e grandes causas nacionais; ou entrar para política. Neste último caso, como já disse, somente na condição de candidato ao Senado Federal.
Ainda que não sejam, digamos “amigos do peito”, Flávio Dino e José Carlos Madeira gozam de uma relação fraterna desde o tempo que ambos entraram para a magistratura. Aliás, Flávio fez questão de participar da defesa oral de Madeira quando de uma das etapas do concurso para juiz federal. “Flávio Dino sempre me deu força e sempre acreditou que eu passaria naquele concurso”, costuma reconhecer Madeira.
O fato é que entre tantos nomes polêmicos colocados para a disputa de senador pelo grupo dinista, José Carlos Madeira, ao lado do ex-governador José Reinaldo Tavares, talvez fosse uma das melhores opções para o governador do Maranhão apostar.
E em tempos de Lava Jato ter um companheiro de chapa do quilate do juiz federal José Carlos Madeira não seria nada mau, não é mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz