quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Deputado Júnior Verde quer levar Carreta da Mulher a municípios do interior


O deputado estadual Júnior Verde (PRB) solicitou ao governador Flávio Dino, por meio de Indicação, o envio da Carreta da Mulher Maranhense a municípios de diversas regiões maranhenses. A carreta dispõe de um mamógrafo móvel e realiza gratuitamente atendimentos clínicos e laboratoriais voltados para o público feminino.
A Indicação solicita providências ao governador por meio da Secretaria de Estado da Mulher, que realiza a gestão do serviço. O objetivo é beneficiar a população feminina com ações de cidadania e saúde preventiva, com orientações sobre a importância da prevenção ao câncer.
Foram contemplados no requerimento Santa Luzia do Paruá, Zé Doca e Governador Newton Bello, além de Viana e municípios das regiões do Alto Turi e Tocantina, incluindo Balsas. “É de fundamental importância levar aos municípios maranhenses, sobretudo os mais carentes, ações preventivas que possibilitem o cuidado com a saúde da mulher, fortalecendo assim suas garantias, bem como garantir acesso à população de localidades mais afastadas a atendimento médico específico”, justificou Júnior Verde.
A carreta realiza uma série de ações essenciais, disponibilizando atendimentos médico e psicológico, com a realização de exames, e de assistência social, visando o enfrentamento da violência contra a mulher. Além do ganho socioeducativo, os serviços vão da orientação jurídica e sócio assistencial, trazendo a aplicabilidade da Lei Maria da Penha e orientações para atendimento das mulheres em situações de violência, até os mais diversos serviços para a saúde, como a realização de exames como Papanicolau, HIV, hepatites, glicemia, HPV, entre outros.
“O serviço consolida os direitos de cidadania para as mulheres maranhenses, mas precisa alcançar as que mais precisam, materializando a efetivação de políticas públicas destinadas, sobretudo, ao público feminino do Estado”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz