quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Verde conduz reunião com representantes de empresas de telefonia móvel


Presidente da Comissão de Defesa de Direitos Humanos e Minorias, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) conduziu mais uma reunião com o objetivo de melhorar os serviços de telefonia móvel no Maranhão. O encontro, realizado nesta terça (09), na sala das Comissões da Assembleia, contou com a participação de representantes de quatro operadoras, da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e da Gerência de Defesa e Proteção do Consumidor (PROCON). As empresas têm um prazo de 60 dias para apresentar um Plano de Melhorias.
 
O Maranhão está entre os quatro estados brasileiros com pior cobertura de telefonia móvel. Em 2014, a Assembleia Legislativa realizou a CPI da Telefonia e cobrou melhorias nos serviços, o que resultou na assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com 15 cláusulas que firmavam o compromisso das operadoras em oferecer melhorias nos serviços prestados aos usuários, além de garantir mais investimentos para o setor no Estado.

“Desde então, pouca coisa melhorou. As reclamações dos clientes continuam, e são muitas. Por isso, mais uma vez, o parlamento estadual  coloca o tema em pauta e cobra um posicionamento das empresas de telefonia”, pontuou Júnior Verde.

Durante a reunião, a gerente da Unidade Operacional da ANATEL/MA, Karine Monteiro, apontou as falhas das operadoras e informou o que ainda é preciso melhorar, principalmente no que diz respeito ao atendimento ao cliente.

Outra preocupação demonstrada na reunião diz respeito à cobertura de telefonia e internet móvel em pontos estratégicos e turísticos do Maranhão, incluindo Barreirinhas, Carolina, Centro Histórico de São Luís e a área do Cujupe, onde se concentra um grande número de viajantes.

No final do encontro, os representantes das quatro operadoras se comprometeram a apresentar, dentro de 60 dias, um Plano de Melhorias na cobertura e nos outros serviços prestados ao consumidor. “Foi uma reunião bastante produtiva, mas ainda temos muito pela frente. Aguardaremos as ações por parte das empresas e estaremos atentos para que todas elas sejam efetivamente cumpridas”, concluiu o parlamentar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz