quarta-feira, 6 de abril de 2016

Prefeitura de São Luís participa de workshop que reforça parceria para a sustentabilidade em escolas


A Prefeitura de São Luís e o Instituto Alcoa desenvolvem pelo terceiro ano consecutivo o Projeto Educação Comunitária Ambiental (Ecoa). Foi realizado, nesta quarta-feira (6), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), um workshop para a continuidade do programa com a participação das escolas da rede municipal no projeto.

O objetivo da ação é fomentar a participação comunitária na construção de sociedades sustentáveis, através de processos de educação socioambiental voltados para valores humanos, conhecimentos, habilidades e atitudes. Em São Luís, a terceira fase do Ecoa será desenvolvida nas unidades de Educação Básica (U.E.B) Evandro Bessa (Estiva), Zebina Eugênia Costa (Tibirizinho), Gomes de Souza (Vila Maranhão), Hortência Pinho (Coqueiro) e Arthur Nabatino Gonçalves de Azevedo (Pedrinhas).

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, ressaltou o empenho do prefeito Edivaldo em buscar recursos e firmar parcerias em prol da melhoria da educação de São Luís. "Este projeto dá possibilidade às nossas crianças de entender a questão ambiental, valoriza a sociabilidade e, sobretudo, possibilita que a escola transborde as suas instalações, aplicando nos seus espaços de convivência os conhecimentos adquiridos. A perspectiva é de que o meio ambiente é nossa responsabilidade. De crianças, fazem-se grandes cidadãos", afirmou.

Para a coordenadora de projetos do Instituto Alcoa, Bárbara Dias, a parceira forma redes que possibilitam a construção de uma sociedade mais sustentável, beneficiando crianças e a comunidade escolar. "Estamos muito felizes pelo desenvolvimento do projeto Ecoa por mais um ano em parceria com a Prefeitura de São Luís. Queremos agradecer o apoio e a dedicação dos profissionais da educação que estão conosco nesta caminhada. Juntos estamos produzindo de forma autônoma projetos que reforçam os documentos e as metas do Plano Nacional de Educação levando as crianças entender a questão ambiental e a valorizar a sociabilidade, "disse.
A partir do tripé educação básica, sustentabilidade e responsabilidade social, o projeto Ecoa incentiva a formação continuada em educação ambiental dos professores da zona rural, acompanha as atividades através das educadoras de campo e oferece o suporte para o desenvolvimento do projeto.
ATIVIDADES

No primeiro ano, as unidades básicas que participam do projeto foram contempladas com o "Baú das artes", que contém livros, jogos, fantasias e diversos outros artigos que inspiram a realização de atividades lúdicas e culturais. Em seguida, elas receberam o "Nau dos Mestres", que é um laboratório de ciências móvel. Para este ano, está previsto a entrega do Acervo Ecoa, com 300 livros didáticos para fortalecer a capacidade de leitura e escrita dos estudantes.

A gestora da (U.E.B) Zebina Eugênia Costa, no Tibirizinho, Maria Francisca Moraes Araújo, ressaltou que a parceria visa contribuir para as atividades elaboradas pelas professoras da rede. "Nossos alunos adoram todas as atividades que envolvem educação ambiental. O projeto 'Zebina Valorizando Tesouros', desenvolvido pela unidade escolar para representar os interesses dos estudantes, aumenta a participação de todos nas atividades escolares além de fortalecer a integração da escola com a comunidade local, onde todos participam: pais, professores e estudantes," destacou a gestora.

A diretora da (U.E.B) Gomes de Souza, na Vila Maranhão, Maria Inês Barros de Macedo, enfatizou as diversas atividades com foco no meio ambiente e sustentabilidade que os estudantes produzem na escola ao lado dos pais. "Foram realizadas coleta seletiva, exibição de vídeos, palestras, gincanas e outras atividades. Podemos ainda destacar a caminhada em prol da sustentabilidade, que teve a participação dos pais e alunos. Sentimos através desta união dos moradores com a escola a mudança de comportamento das crianças em relação a preservação e a práticas sustentáveis", ressaltou a gestora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz