sexta-feira, 18 de março de 2016

Eduardo Braide reafirma pedido de pensão vitalícia para viúva de ambientalista assassinado

                             Eduardo Braide reafirma pedido de pensão vitalícia para viúva de ambientalista assassinado
O deputado Eduardo Braide (PMN) reafirmou, na sessão desta quarta-feira (16), o pedido de pensão especial vitalícia para a viúva do ambientalista Raimundo dos Santos Rodrigues, assassinado no dia 25 de agosto de 2015, no município de Bom Jardim.
Em seu discurso, o deputado elogiou o trabalho da Polícia Federal que, na terça-feira (15), deflagrou a “Operação Jaguaribe”, a fim de dar cumprimento a três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão, referentes ao assassinato do ambientalista.
Eduardo Braide lembrou que, em outras ocasiões, ocupou a tribuna cobrando a elucidação do crime praticado contra o ambientalista Raimundo Rodrigues que, por fazer parte do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade e ser conselheiro deste instituto, defendendo a Reserva Biológica do Gurupi, foi morto a tiros e facadas.
De acordo com o deputado, a mulher do sindicalista, Maria da Conceição Chaves, também sofreu tentativa de assassinato, chegando a ser baleada, e ainda hoje vive sob proteção da Polícia Federal.
“Venho agora reafirmar e reforçar um Requerimento que esta Casa aprovou endereçado à presidente da República, senhora Dilma Vana Rousseff, para que possa conceder pensão especial vitalícia à viúva do senhor Raimundo Rodrigues. Uma vez que os dois eram lavradores, os dois tinham da agricultura a sua subsistência. Ele deixou seis filhos para que fossem cuidados pela sua viúva e ela, na situação em que se encontra, sob proteção policial e ainda sob a ameaça, não tem como trabalhar”, explicou Eduardo Braide.
Ele solicitou que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa envie um novo ofício à presidente da República, para cobrar uma resposta, que seja favorável ou seja negativa.
“E, sendo negativa, haveremos de procurar o caminho do Poder Judiciário para assegurar o direito à viúva do senhor Raimundo dos Santos Rodrigues. Portanto, fica aqui, no gesto no sentido de parabenizar a ação, inicialmente, da Polícia Civil e, agora, da Polícia Federal, que, através da operação Jaguaribe, conseguiu prender dois dos suspeitos de terem assassinado o ambientalista”.
Ao encerrar seu discurso, o deputado Eduardo Braide reiterou o pedido para que a Mesa Diretora encaminhe expediente à presidente da República, para que ela dê uma resposta definitiva acerca da concessão de uma pensão especial para a viúva do ambientalista, que tem seis filhos para cuidar e não pode ter a sua subsistência garantida, uma vez que ainda se encontra sob a proteção da Polícia Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz