segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Juiz federal José Carlos Madeira poderá ser o candidato de Flávio Dino ao Senado em 2018

 Não farei cavalo de batalha para ser candidato a senador, mas também não deixarei o cavalo passar selado”palavras do juiz

O juiz federal José Carlos do Vale Madeira pensa em aposentar a toga em 2017 e entrar de cabeça na política.
Blog do Diniz  entrou em contato com o magistrado e o mesmo confirmou que foi sondado por lideranças locais e nacionais da Rede, e também de outros partidos, sobre a possibilidade do projeto de disputar uma das duas vagas para o Senador Federal nas eleições de 2018.
Entre as lideranças nacionais que estariam estimulando o juiz maranhense a se candidatar à Câmara Alta está o ex-senador, ex-procurador da República e atual governador do Mato Grosso, Pedro Taques.
Marina Silva também vê com bons olhos a candidatura de Madeira ao Senado – a ex-senadora conhece o juiz federal maranhense desde os tempos em que ele exerceu o cargo no estado do Acre.
Segundo o magistrado, seu nome está à disposição do Maranhão porque as pré-candidaturas a senador postas até agora lhe dão boas possibilidades de disputa. Madeira avalia que sua experiência e conhecimento na área do Direito podem favorecê-lo para um mandato qualificado e republicano no Senado Federal.
Disse ainda que a degeneração do quadro partidário nacional o faz crer que uma eventual candidatura só faria sentido se fosse pela Rede. Confira:
“De fato fui sondado por algumas lideranças nacionais e locais da Rede, e também de outros partidos, como o ex-senador e atual governador Pedro Taques, sobre a possibilidade de uma candidatura em 2018. Deixei claro que colocaria o meu nome à disposição do Maranhão se for para disputar uma vaga para o Senado, pois diante dos nomes postos até agora avalio que teria boas chances. Outro cargo não me anima, tipo deputado estadual, deputado federal ou cargo executivo. Meus quase 20 anos de magistratura e militância na área do Direito me deram acumulo suficiente para ser um representante qualificado do nosso estado na Câmara Alta. E diante do quadro de degeneração partidária que o país atravessa, penso que só faz sentido eu ser candidato se for pela Rede”, assegurou.
Ao ser questionado se chegou a conversar com Flávio Dino sobre o assunto, Madeira disse que tratou “muito rapidamente”, mas não quis aprofundar o diálogo por entender a situação do governador com os aliados e também pelo fato de ainda estar no exercício da magistratura.
Amigos de longas datas, certamente o governador Flávio Dino deverá se entusiasmar com a ideia de ter um senador da qualidade do José Carlos Madeira representando o estado a partir de 2019.
Ao final da conversa com este blogueiro, Madeira foi categórico:“Não farei cavalo de batalha para ser candidato a senador, mas também não deixarei o cavalo passar selado”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz