segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Fábio Braga comemora inclusão de 135 municípios do Maranhão no Plano Agropecuário do MATOPIBA


O presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa, deputado Fábio Braga (PTdoB), ocupou a tribuna na quinta-feira (19), para comemorar a divulgação pelo Ministério da Agricultura, da Portaria n° 244, relativamente aos municípios selecionados para o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do MATOPIBA, na região de fronteira agrícola formada pelos estados do Maranhão, do Tocantins, do Piauí e da Bahia.
O parlamentar revelou que a relação foi publicada no Diário Oficial da União, e prevê a seleção de 337 municípios. Desse total, 139 são do Tocantins, 135 do Maranhão, 33 do Piauí e 30 da Bahia.  Nessas localidades, existem mais de 300 mil polos agrícolas.  A região é formada de cerrado. O Plano prevê a produção de 10 milhões de toneladas de soja, sendo que, atualmente, esse número chega a 8 milhões e 700 mil toneladas.
Na ocasião, o deputado Fábio Braga revelou que o Plano incluiu Açailândia, Davinópolis, Magalhães de Almeida, São Benedito do Rio Preto, Afonso Cunha, Mata Roma, São Bernardo, Nina Rodrigues, Belágua, Itapecuru, Vargem Grande, Santana do Maranhão no Baixo Parnaíba, Urbano Santos e quase todos os municípios do Sul do Maranhão.
Para o deputado Fábio Braga, a seleção dos municípios do Estado do Maranhão foi de grande importância, pois a ministra da Agricultura Kátia Abreu elegeu três prioridades para essa região: a infraestrutura, a informação e a tecnologia, elementos indispensáveis para a obtenção de recursos federais e estaduais, a fim de incrementar, cada vez mais, a produção de grãos no Maranhão.    
PROGRAMAS SOCIAIS
Na avaliação do deputado Fábio Braga, uma vez que o Ministério da Agricultura elegeu, como prioridades principais para o sucesso do Plano, infraestrutura, informação e tecnologia, a bancada federal maranhense, no Congresso Nacional, vai, necessariamente, destinar recursos para a região, e o Governo do Estado do Maranhão deve priorizar a execução de obras indispensáveis para melhorar as vias de escoamento e armazenamento da produção agrícola, como também aumentar a capacidade do Porto do Itaqui.
Em sua fala, Fábio Braga sugeriu aos prefeitos dos municípios selecionados que tomem conhecimento da programação do Ministério da Agricultura para os próximos anos, visto que essa região do Estado do Maranhão é considerada uma das maiores fronteiras agrícolas do Brasil, pois é responsável pela produção de mais de 10% dos grãos, especialmente a soja, altamente valorizada no mercado internacional.  
Fábio Braga revelou que os municípios do Maranhão, do Tocantins, do Piauí e da Bahia serão incluídos em uma série de programas sociais do governo do estado e do governo federal, os quais irão alavancar o progresso dessas cidades, produzindo, como resultado, a melhoria na infraestrutura e o desenvolvimento e avanço na área tecnológica, principalmente dos trabalhadores que, de pequenos, passarão a médios produtores.
Finalizando, Fábio Braga pediu a união da bancada federal do Maranhão junto à bancada dos outros estados envolvidos no Plano, para que esses municípios participem dos programas sociais que resultará em um grande desenvolvimento para a população. “Com a seleção dos municípios, cabe a cada prefeito e ao Governo do Maranhão lutar por mais recursos e pelo cumprimento das metas a serem alcançadas,”  concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz