terça-feira, 29 de setembro de 2015

PPS promoverá ciclo de debates sobre revitalização e turismo


O Partido Popular Socialista no Maranhão promoverá no próximo dia 02 de outubro mais um ciclo de debates sobre os desafios das grandes cidades brasileiras.

Com o tema: “Cidade sustentável - revitalização como fomento ao turismo", nesta edição o partido receberá como palestrante o deputado federal deputado federalEdmilson Rodrigues, ex-prefeito de Belém, capital do Estado do Pará.

“Este programa do PPS tem como objetivo discutir problemas, buscar soluções e alternativas para as dificuldades que as grandes cidades enfrentam. Vamos ter a honra de trazer o ex-prefeito de uma cidade do Norte do Brasil que recebeu mais de cinquenta prêmios pela sua gestão, estando em destaque o de Prefeito Criança por dois anos consecutivos, concedido pela ONU”, destacou Eliziane Gama.

A palestra do deputado federal e ex-prefeito de Belém-PA, Edmilson Rodrigues será realizada às 9 horas do dia 02 de outubro no Plenário da Câmara de Vereadores de São Luís, localizada no Centro-Histórico de São Luís.

Perfil

Edmilson Rodrigues atualmente é deputado federal pelo PSOL. Ele foi prefeito de Belém-PA em duas gestões. É considerado um dos melhores prefeitos da capital paraense.

Natural da capital paraense de Belém, Edmilson Brito Rodrigues nasceu em 1957, é formado em Arquitetura pela Universidade Federal do Pará, especializado em Desenvolvimento de Áreas Amazônicas, mestre em Planejamento do Desenvolvimento e doutor em Geografia Humana.

Iniciou sua vida política como deputado estadual em 1986, e logo em seguida foi reeleito por mais um mandato. Foi eleito Prefeito de Belém em 1996 e reeleito em 2000, quando ainda era filiado ao PT. Entrou no PSOL em 2005 e cinco anos depois foi eleito o Deputado Estadual mais votado do Estado.

Durante os dois mandatos como Prefeito, Edmilson recebeu mais de cinquenta prêmios pela sua gestão, estando em destaque o de Prefeito Criança por dois anos consecutivos, concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz