segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Deputada Valéria Macedo participa do Fórum Perinatal da Região de São Luís

                                 Deputada Valéria Macedo participa do Fórum Perinatal da Região de São Luís
A deputada Valéria Macedo (PDT) participou do Fórum Perinatal da Região de São Luís, que ocorreu na última sexta-feira (18), no auditório do Conselho Regional de Enfermagem (Coren). O Fórum teve como objetivo melhorar e atualizar profissionais de Saúde e interessados no assunto, promovendo discussões sobre pré-natal, parto, nascimento, puerpério e primeira infância, de forma ampliada.
O Fórum que teve como tema “Direitos da Mulher e da Criança no Sus” contou com a participação de profissionais de saúde da rede de atenção Básica e de média complexidade, membros da Secretaria Estadual de Saúde e representantes de municípios vizinhos.
A deputada Valéria Macedo falou sobre a importância de um evento como este. “Precisamos abranger um olhar voltado às mães e a atual situação de partos no Maranhão. Somos parceiros nesta caminhada e a reflexão só melhora a educação dos municípios”, falou.
O Fórum estabeleceu, ainda, uma linha de cuidados para crianças e gestantes que deverá ser seguida por todas as maternidades. Esses cuidados vão desde o acolhimento humanizado, garantia de acesso prioritário, responsabilização e continuidade do cuidado, até a resolutividade e avaliação contínua, promovendo, além de saúde, a qualidade de vida desse público.  
FÓRUM PERINATAL
O Fórum Perinatal está previsto pela Portaria GM/MS 1.459/2011, que institui a Rede Cegonha, e é espaço includente, democrático e participativo, que tem por objetivo a construção de consensos e referenciais ético-políticos para planejamento, avaliação e coordenação da Política de Atenção Perinatal do Maranhão , aberto a todos os cidadãos.
É também espaço formativo, de troca de saberes e experiências, capaz de contribuir com a construção, organização e fortalecimento da rede perinatal, com o estabelecimento claro de uma linha de cuidado integral materno-infantil na região.
Diante disso, o Fórum Perinatal se propõe a discutir as garantias dos direitos da mulher e da criança; adotar medidas e estratégias para a redução da mortalidade materna e neonatal, através de atividades que contribuam para a melhoria técnica e acadêmica dos profissionais envolvidos na atenção e assistência perinatal, além da atuação junto aos gestores e serviços de saúde; adotar um modelo de atenção adequado ao pré-natal, parto e nascimento que favoreça a fisiologia do nascimento promovendo a saúde da gestação à vida adulta; bem como promover ações de divulgação sobre a atenção à saúde da mulher e do recém-nascido e seus principais indicadores, em articulação com a sociedade civil organizada e instituições de saúde.
Para tanto, o Fórum Perinatal avaliará e fará o monitoramento da assistência dada à mulher no pré-natal, aborto, parto, puerpério, ao recém-nascido e à criança menor de dois anos; casos relacionados com as causas de morbi-mortalidade materna, perinatal e infantil; elaborará propostas e orientará as ações de organização de atenção qualificada à mulher no pré-natal, aborto, parto, puerpério e ao recém-nascido e à criança menor de dois anos, com o objetivo de reduzir a mortalidade materna, perinatal e infantil por causas evitáveis; articulará os órgãos da rede perinatal para informá-los e sensibilizá-los sobre as discussões e suas proposições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz