segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Lançada na Assembleia Campanha Nacional Mais Mulheres na Política

                                    Lançada na Assembleia Campanha Nacional Mais Mulheres na Política
Foi lançada durante a manhã desta segunda (24), na esfera estadual a Campanha Nacional “Mais Mulheres na Política”, uma iniciativa do Congresso Nacional que tem como objetivo incentivar a participação feminina no cenário político, principalmente no Poder Legislativo. Atualmente, as mulheres ainda ocupam apenas 13% das vagas nos parlamentos do país.
O projeto percorrerá todos os estados brasileiros, e tem a meta de garantir a destinação de 30% das vagas do parlamento federal às mulheres. No Maranhão, 54% da população é de mulheres e poucas estão ocupando cargos eletivos. Já em Brasília, dentre os 513 deputados e 81 senadores, apenas 51 são mulheres na primeira casa, e 13, na segunda, respectivamente.
O deputado estadual Fernando Furtado (PCdoB), um dos organizadores do evento, representou a Assembleia Legislativa e falou sobre a importância da participação e da valorização das mulheres no cenário político. “As mulheres têm que ter os mesmos direitos que os homens, direitos na política, direitos no trabalho, direitos de ter a mesma remuneração que os homens. Na Assembleia Legislativa ainda tem poucas mulheres, mais tenho certeza que no decorrer dos anos nós teremos uma participação maior das mulheres na política no estado e no Brasil”, disse.
“Através dessa grande mobilização nacional pretendemos sensibilizar nesse primeiro momento os parlamentares brasileiros, para que nesse âmbito do debate da reforma política a gente mude também a política de cota de gêneros, que visa garantir a presença mais equilibrada de homens e mulheres nos espaços de poder”, afirmou a senadora Vanessa Grazziotin.
Já o governador Flávio Dino (PCdoB), falou sobre a necessidade da construção de uma sociedade diferente. “Essa é uma tarefa permanente, histórica, séculos de luta estão sintetizados neste momento. Que esta campanha incentive que outras mulheres se engajem na política, mais não basta haver cotas de mulheres no parlamento, é preciso zelar pela qualidade da representação feminina, que não sejam apenas eleitas por serem esposas e filhas, mais que sejam eleitas por terem legitimidade”, explicou.  
Participaram ainda do lançamento da campanha a senadora Regina Sousa (PT); o deputado federal Rubens Pereira Jr (PCdoB); a deputada federal Eliziane Gama (PPS); a secretária de Estado da Mulher, Laurinda Pinto; a deputada estadual Valéria Macêdo (PDT); a deputada estadual Francisca Primo (PT); Valéria Lauande, representando a presidência da OAB; a procuradora de Justiça Sandra Elouf; a defensora Geral, Maria Albano; Silvia Leite, membro do Conselho Estadual da Mulher; entre outras autoridades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz