sábado, 25 de abril de 2015

Luís Fernando mostra força em ato de filiação ao PSDB

Filiação Luis Fernando PSDB-4O ex-prefeito de São José de Ribamar e pré-candidato ao mesmo cargo, Luís Fernando Silva, se tornou o mais novo tucano às 14h20 deste sábado (25). O ato que deveria ter sido realizado ainda pela manhã, atrasou muito por conta da presença do governador Flávio Dino e do vice, Carlos Brandão, no evento do PPS mais cedo. Mas ainda assim, o auditório do Rio Poty Hotel ficou pequeno para a quantidade de pessoas que compareceu para prestigiar a assinatura de filiação do mais novo tucano.
Luís Fernando fez um longo discurso sobre gestão, novo momento e seu novo momento político. O economista que quase concorreu ao governo do estado contra Flávio Dino, afirmou que respeitou o adversário durante a pré-campanha. “Eu e Flávio Dino sempre nos respeitamos. Nunca fomos adversários de fato”.
O ato reuniu em um único espaço Flávio Dino, Roberto Rocha, Carlos Brandão, João Castelo e Marcelo Tavares. As únicas grandes lideranças do grupo dinista não presentes foram logicamente Edivaldo Holanda Júnior e Eliziane Gama.
Candidato em Ribamar
Apesar do clima de bastidores da possibilidade de Luís Fernando ser candidato a prefeito de São Luís, ele mesmo deixou claro que se filia para ser candidato em Ribamar, onde tem eleição praticamente certa. Luís Fernando reafirmou que tem apoio amplo na cidade dos 17 vereadores, do prefeito Gil Cutrim e do vice Eudes Sampaio. Quando começou um alvoroço de aliados para que o LF possa ser candidato em São Luís ele balançou o dedo negativamente.
Marcelo Tavares 
Luís Fernando demonstrou uma relação muito próximo com o secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, inclusive afirmando que é um dos mais próximos dele no governo. Falou de sua relação de amizade antiga com o socialista e quando falou de toda a mesa, chamou Tavares para um abraço. O tucano quis demonstrar que ao contrário do que foi especulado não pretende assumir nem a Casa Civil, do próprio Marcelo, nem a secretaria de Planejamento, onde a secretária é aliada de Zé Reinaldo. “Esta amizade é antiga e ninguém vai conseguir desfazer”, disse sobre Marcelo.
Reunião com Roseana
O ex-secretário do governo Roseana desmentiu o que foi publicado esta semana de que teria tido uma reunião com a ex-chefe. Também ficou incomodado quando perguntado sobre o grupo Sarney. “Não é hora de falar sobre isso. Vivemos um novo momento”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz