sábado, 25 de abril de 2015

Fernando Furtado discute a questão ambiental com empresários na FIEMA


O deputado Fernando Furtado (PCB do B) representou, na manhã desta sexta-feira (24), a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Maranhão em uma reunião com o Conselho de Meio Ambiente da FIEMA.

Durante o encontro foram discutidos temas como o Projeto de Lei do Macrozoneamento Ecológico-econômico do Estado do Maranhão, a situação do Plano Diretor e do abastecimento hídrico da cidade de São Luís.

Na oportunidade, o presidente do Conselho de Meio Ambiente da FIEMA, Benedito Alves, reiterou o pedido para que a Assembleia aprecie, em plenário, o Projeto de Lei do Macrozoneamento do Estado.

Um documento feito pelo Conselho diagnosticando a problemática do abastecimento de água em São Luís deverá ser entregue ao Governo do Estado e à CAEMA. “Não se trata de um plano, e sim de um levantamento que vai ao encontro da proposição do governador em levar água para todos os municípios do Maranhão. Atualmente a perda da CAEMA é de 65%, o combate e o controle dessas perdas podem acabar com o rodízio de abastecimento em São Luís”, afirmou Carlos Rogério, coordenador do documento e presidente da Associação dos Engenheiros do Maranhão.

O deputado Fernando Furtado parabenizou a iniciativa dos empresários em dar a largada para esse novo momento da discussão ambiental do Estado do Maranhão. “Eu hoje vejo que o empresariado já começa a perceber que ele tem que compactuar com essa questão ambiental e com a sustentabilidade, para que a gente possa realmente ter empresas competitivas, produtivas, que possam gerar emprego e renda, mas que possam, também, estar respeitando a sustentabilidade e a questão ambiental,” disse o parlamentar.

Ele disse, ainda, que “o governo está se propondo a discutir a economia, a sustentabilidade e o meio ambiente de uma forma conjunta e temos a responsabilidade de não deixar mais acontecer o que vinha acontecendo nesse estado”.

O deputado sugeriu que seja feita uma audiência pública por meio da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa para tratar sobre a questão hídrica e ambiental do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz