quinta-feira, 9 de abril de 2015

Eliziane faz apelo para demarcação de terras indígenas

 

Da tribuna da Câmara, a deputada federal Eliziane Gama (PPS-MA) disse, nesta quarta-feira, que a comunidade indígena tem aguardado com ansiedade a demarcação de suas terras. Ela citou carta destas populações enviada à presidente da República, em que exigem providências neste sentido.

“Quero fazer um apelo à Presidência da República para que responda ao anseio da comunidade indígena, porque nunca na história deste país se demarcou tão pouco como agora. A carta que foi enviada à presidente da República não pode apenas ser uma letra morta, apenas um documento entregue. É preciso fazer um esforço para atender estes povos”, disse a parlamentar.

Dilma despreza povos indígenas

A demarcação de terras não é algo de interesse do governo de Dilma Rousseff. Nos três primeiros anos da gestão da petista, como consta no relatório do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), houve apenas 11 homologações de terras indígenas, uma média de 3,6 por ano. O balanço foi divulgado no segundo semestre de 2014.

Nos oito anos da administração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foram 79 homologações, média de 10 por ano. As gestões de Fernando Henrique Cardoso fizeram 145 homologações em oito anos, 18 por ano. Os antecessores também demarcaram mais terras do que Dilma, segundo o relatório: 9 por ano na gestão de Itamar Franco; 56 por ano no período de Fernando Collor de Melo; e 13 por ano na presidência de José Sarney.

Eliziane Gama acrescentou ainda que solicitará formalmente ao Ministério da Justiça que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) instale um posto na região de Barra do Corda (MA) para atender as comunidades locais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz