quarta-feira, 15 de abril de 2015

Aprovado requerimento de Sousa Neto para publicação de Nota de Repúdio


Foi aprovado na manhã de hoje (14), requerimento de autoria do deputado Sousa Neto (PTN) para que seja inserida nos anais da Casa, publicada no diário e nos veículos de comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão, nota de repúdio do Sindicato dos Médicos do Estado do Maranhão e do Conselho Regional de Médicos do Estado do Maranhão, manifestando desagravo a matérias publicadas em blogs locais, em que os mesmos afirmaram que a Secretaria de Saúde do Estado pagou ao médico Luiz Alfredo Netto Guterres Soares Jr por serviços médicos prestados após o seu falecimento.

O pedido foi feito pelo parlamentar na sessão do último dia 9 de abril, quando ele fez questão de manifestar desagravo pela postura da imprensa que desrespeitou tanto a memória do médico, assassinado em novembro do ano passado durante tentativa de assalto, quanto a família que ainda vive o luto da perda. Na oportunidade, Sousa Neto fez questão de ler na íntegra a Nota de Repúdio.

“Faço questão de ler na íntegra a nota de repúdio para que fique registrada nos anais desta casa a manobra política que na tentativa de atingir o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad, tem ferido a memória do doutor Luiz Alfredo e de sua família", ressaltou Sousa Neto.


NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Médicos do Estado do Maranhão e o Conselho Regional de Medicina vem a público se manifestar sobre nota publicada em um blog local onde afirma que a Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão pagou ao Dr. Luiz Alfredo Neto Guterres Soares Jr por servicos médicos prestados após o seu falecimento.

Para fundamentar a denúncia acima, o blog publica cópia da notificação da SES que foi encaminhada para a Organização Social – OS, responsável pelo gerenciamento do Hospital Regional de Coroatá, onde apresenta o resultado de auditoria realizada por técnicos da secretaria, que sugere possível irregularidade em nota fiscal emitida pelo Serviço de Cirurgia do Maranhão, por entender, erroneamente, que o Dr Luiz Alfredo trabalhava no Hospital de Coroatá, em função de constar em relatório anexo o nome do Dr Luiz Alfredo no corpo clínico da empresa médica. Com esse entendimento, determinou de imediato o ressarcimento do que supostamente teria sido pago de forma indevida.

Tanto a OS como a empresa médica citados, no caso em questão, ao tomarem conhecimento do teor da notificação prestaram os devidos esclarecimentos ao setor competente da SES, comprovando que não houve pagamento indevido, haja vista que o Dr Luiz Alfredo não trabalhava naquele hospital e o objeto do contrato foi cumprido fielmente por dois outros profissionais médicos.

Fato esse de fácil comprovação pela escala de plantão, entregue mensalmente à diretoria do hospital, assim como pelos registros nos prontuários médicos das cirurgias e atendimentos médicos realizados.

Dessa forma, vimos manifestar a nossa indignação e o nosso repúdio à agressão feita com o objetivo de denegrir não só a memória e o passado ilibado do colega Luiz Alfredo, como  a toda categoria médica e, ao mesmo tempo, nos solidarizamos com os familiares e amigos do nosso colega.

Adolfo Paraíso
Presidente do SINDMED-MA

Abdon Murad
Presidente do CRM – MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz