terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Graça Paz solicita agendamento de consultas médicas por telefone


A deputada Graça Paz (PSL) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (24) para defender o projeto de lei, de sua autoria, que dispõe sobre o agendamento telefônico de consultas médicas para grávidas, idosos e portadores de deficiência, previamente cadastrados nas unidade de saúde do Estado do Maranhão.

Em seu pronunciamento, Graça Paz lembrou que no final da legislatura passada deu entrada na proposição, mas foi rejeitada pela Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania da Casa, onde tinha como relator, o ex-deputado Jota Pinto (PEN).

A parlamentar esclareceu que trouxe novamente a discussão do projeto de lei, porque não teve a oportunidade de debater e trabalhar a matéria junto com seus colegas parlamentares na legislatura passada. Segundo ela, quando o projeto foi apresentado, os deputados estavam em campanha no interior do Estado.

Ainda no seu discurso, a deputada justificou a importância do seu projeto, alegando que muitas pessoas não têm um meio de transporte particular e, para pegar um transporte coletivo, saem de casa muito cedo durante a madrugada, enfrentando filas enormes para marcar uma consulta. E, muitas vezes, não encontram mais vagas disponíveis.

LEI DO SUS

Em aparte, o deputado Levi Pontes (SD) manifestou apoio ao projeto da deputada Graça Paz. Para Levi, o projeto contempla apenas uma parcela da sociedade, mas está contido na Lei do SUS, que tem no seu bojo um sistema de marcação de consultas à distância, por telefone e internet na grande maioria dos estados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz