quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Prefeitura reforça educação inclusiva com entrega de equipamentos para coral de surdos


A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reforçou a política de educação inclusiva estabelecida pelo prefeito Edivaldo. Na manhã desta quinta-feira (8), educadores da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Maria Alice Coutinho receberam equipamentos que complementarão o trabalho já desenvolvido. Foram entregues um microfone, uma caixa de som e um datashow à coordenação do coral "Melodia com as Mãos", projeto que já existia há oito anos na rede municipal de ensino, mas que foi retomado em 2014, na gestão do prefeito Edivaldo, a partir do esforço do corpo pedagógico da escola.

"A política do prefeito Edivaldo Holanda Júnior para a Educação objetiva formar cidadãos e construir uma educação cada vez mais inclusiva.. Além disto, temos o desafio diário de construir uma educação cada vez mais inclusiva na rede municipal de ensino. A entrega desses equipamentos foi executada tendo esses dois princípios da gestão. Desejamos que os novos equipamentos possibilitem às professoras dar continuidade ao valioso trabalho que já desenvolvem na escola com nossos educandos", almejou o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, durante a visita que oficializou a entrega dos equipamentos à escola.

"Estou imensamente feliz com esses presentes, que, para nós, foram de Natal. Gosto muito de vir estudar na escola e ainda de participar das atividades do coral, quando as pessoas me veem cantando com mãos durante as nossas apresentações. Esses equipamentos irão nos ajudar a olhar, sentir e entender melhor as músicas que cantamos com nossas mãos", afirmou o estudante de 11 anos da classe regular de educandos surdos da U.E.B. Maria Alice Coutinho, Danilo Sousa Santos, através da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

ENSINO
O corpo pedagógico da escola destacou a importância do coral para o desenvolvimento das habilidades e competências dos estudantes surdos. Mariluce Amorim, professora da classe regular de estudantes surdos da escola, explicou que o equipamento vai ajudar a entender melhor as músicas. "A aprendizagem do surdo é visual, então com o datashow eles poderão compreender a letra da música. E com a caixa de som vão poder sentir a vibração do som", explicou Mariluce.

"Com o coral, temos possibilitado ao educando o desenvolvimento da leitura, da escrita, da expressividade, da afetividade e da sociabilidade. Além disso, a participação dos estudantes no projeto eleva a autoestima deles e ainda faz com que se sintam mais cidadãos. Por isso, a entrega desses novos equipamentos foi de grande valia para a Educação de nossos estudantes", disse a intérprete de Libras da escola, Milca Matos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz