segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Edivaldo Júnior entrega mais 298 unidades habitacionais


O prefeito Edivaldo entregou nesta segunda-feira (29) as chaves aos 298 contemplados do Residencial Piancó VIII. A cerimônia foi realizada no local e contou com a presença dos futuros moradores, que também assinaram o contrato definitivo de posse do imóvel. As habitações fazem parte do Programa “Minha Casa, Minha Vida” do governo federal. A ação é coordenada em São Luís pelas secretarias municipais de Urbanismo e Habitação (Semurh), da Criança e Assistência Social (Semcas) e de Projetos Especiais (Sempe).
Para Edivaldo, este é um momento marcante tanto para a gestão municipal quanto para as famílias, que serão beneficiadas com as unidades habitacionais. “Poder fazer a entrega desses imóveis é uma grande realização para todos nós, pois a ação representa a concretização de grande sonho para estas pessoas, que é a conquista da casa própria”, disse Edivaldo.
Ele reiterou que a entrega das unidades é uma oportunidade concreta de proporcionar dignidade e melhoria da qualidade de vida das famílias contempladas. “A entrega dessas unidades é mais um passo dos muitos que daremos no setor para reduzir o déficit habitacional, pois estamos com uma previsão de entregar mais cinco mil unidades do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ no próximo ano”, afirmou o prefeito.
edivaldocasa1
O empreendimento contratado pela Prefeitura de São Luís possui 298 unidades habitacionais tipo apartamento. Ele conta com total infraestrutura básica, com uma escola de Ensino Fundamental, além de equipamentos sociais e de lazer que estão na fase de contratação de empresas para construção. Nesta terça-feira (30), serão entregues outros 298 apartamentos, desta vez do Residencial Piancó VII.
Das quase 500 unidades dos Residenciais Piancó VII e VIII, 108 foram destinadas a atender famílias de área de risco do Sá Viana, inscritas no Programa Bacia do Bacanga, contratado pela Sempe junto ao Banco Mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz