quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Ainda sobre a indicação do deputado Neto Evangelista para a Sedes


Este post estava previsto para ser publicado às 10h, mas em virtude de problemas técnicos no servidor (“de velho”), só agora foi, às 13h30, foi possível postá-lo. Peço desculpas aos meus leitores e leitoras).
A indicação do deputado estadual Neto Evangelista (PSDB), para o comando da poderosa Secretaria de Desenvolvimento Social (PSDB), feita ontem pelo governador eleito Flávio Dino (PCdoB), é ao mesmo tempo um reconhecimento pelo apoio dos tucanos a sua candidatura e uma forma de fortalecer o braço tucano anti-Castelo.
Neto Evangelista é considerado como o “novo” no PSDB maranhense e tem o exato perfil de um tucano “moderno” ao melhor estilo Aécio Neves. Aliás, o jovem parlamentar votou contra a indicação de João Castelo para o Senado Federal atendendo exatamente a uma orientação do senador mineiro.
Outra: Evangelista é aliado do ex-governador José Reinaldo (PSB), um dos homens fortes do futuro governo Flávio Dino, e ligado à prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, liderança inconteste em toda a região.
Polêmica
 Mas há um aspecto polêmico na nomeação de “Netão” para para a Sedes.
É que esta secretaria é a responsável pelo programa Bolsa Família no estado, ou seja, a principal “marca” do PT em termos de políticas públicas de proteção social será tocada por um tucano no Maranhão. “Entregar a principal política de governo do governo Dilma para um tucano é brincadeira ou o quê?, provocou em um comentário no Blog do Roberto Lobato a professora petista Zeila Albuquerque.
A Sedes era uma das secretarias cotadas para ser ocupada pelo setor do PT que apoiou a candidatura Flávio Dino, justamente por causa do Bolsa Família. Mas prevaleceu os acordos de Dino com o PSDB local e nacional, daí a escolha sob medida do deputado Neto Evangelista.
Agora é esperar como e com quem o tucano montará sua é equipe na Sedes.
Se der tudo certo sairá forte para sua campanha a prefeito de São Luis, mas para dar certo terá que ter autonomia de gestão.
Se der algo errado, volta para a Assembleia Legislativa e o projeto Neto Evangelista prefeito – 45 pode ir para as cucuias.
Lembrando que 2015 não será nada fácil para os estados e municípios…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz