terça-feira, 1 de abril de 2014

Carlinhos Amorim solidariza-se com bombeiros e policiais militares em greve


O deputado Carlinhos Amorim (PDT) ocupou a tribuna, na tarde desta segunda-feira (31), para manifestar sua solidariedade aos policiais militares e aos bombeiros militares do Maranhão que, desde a semana passada, estão em greve. Ao iniciar seu discurso, o deputado frisou que reconhece a legitimidade da paralisação dos policiais militares.

“Eles estão pleiteando reajuste salarial equivalente ao que foi dado ao servidor público do Estado, agora no mês de março, o equivalente a 18%. Isto não foi concedido para eles, dentre outras reivindicações que eles fazem já desde aquela época da primeira paralisação em 2011 e houve aquela grande movimentação inclusive com a participação da Assembleia, para que o problema pudesse ser solucionado”.

Carlinhos Amorim observou que o Governo do Estado não cumpriu rigorosamente o que fora anteriormente acordado e que os policiais, até mesmo a contragosto, estão paralisando para poder chamar a atenção do governo. Segundo o deputado, os grevistas estão também querendo chamar a atenção da Assembleia Legislativa para que os parlamentares se engajem na luta no sentido de fazer com os direitos dos militares sejam reconhecidos e respeitados.

“Nós não estamos aqui dizendo que somos favoráveis à paralisação. Nenhum de nós parlamentares queremos que o sistema de segurança pare. Não é isso que nós queremos; até lamentamos que isso esteja acontecendo, mas lamentamos mais ainda que o Estado não se sensibilize, não pare para conversar com os policiais, não crie um diálogo para chegar a um consenso e um denominador comum”.

Ao fazer o registro de que, no final de semana, visitou o 3º Batalhão da Polícia Militar, na região tocantina, Carlinhos Amorim observou que a cidade de Imperatriz possui o segundo contingente policial do estado, que está praticamente todo paralisado.

“Nenhuma viatura na rua, os policiais estão ali aquartelados, aguardando uma posição do governo do estado, do Sistema de Segurança para resolver este problema. Eu me comprometi inclusive com eles de externar aqui a minha solidariedade, o meu reconhecimento à luta deles que é legítima. Entendo também, como aqui bem colocou o deputado Rubens Júnior, que a Comissão de Segurança Pública desta Casa deve urgentemente se envolver nesta questão e se dirigir à governadora Roseana e ao secretário de Segurança Pública a fim de abrir um diálogo com o objetivo de achar uma solução para este impasse”, declarou Carlinhos Amorim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz