quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Carlos Amorim convida para debate sobre demarcação de terras


O deputado estadual Carlinhos Amorim (PDT) ocupou a tribuna, na sessão plenária desta quinta-feira (12), a fim de convidar os seus pares da Assembleia Legislativa a participarem, no próximo dia 20, no município de São João do Caru, do encontro realizado pela Fundação Nacional do Índio (Funai), que irá discutir a ampliação das atuais reservas indígenas do Maranhão.

Durante o seu pronunciamento, Carlos Amorim informou que na região do Gurupi, onde há uma reserva indígena, a pretensão também é fazer uma ampliação no local, pois, segundo a Funai e estudos elaborados, a área não é suficiente para que possam sobreviver com suas famílias.

“Se isso realmente vier a acontecer, vamos ter um problema sério, um conflito social grande, porque são milhares de pessoas que serão afastadas de suas atuais áreas sem ter ainda uma destinação certa”, alertou o deputado.

O parlamentar registrou ainda que no dia 20 deste mês estará em Amarante junto com o deputado federal Ewerton Rocha, um representante do Ministério da Justiça e um representante da Funai, para conferir de perto a situação das terras indígenas da região.

CÂNDIDO MENDES

Antes de encerrar o seu discurso, Carlos Amorim registrou na tribuna a visita que fez in locoao município maranhense de Cândido Mendes, que fica localizado na divisa com o Estado do Pará.

Segundo ele, o município sofre abandono por parte do Governo do Estado, com a falta de água e de saneamento básico. “Estes são só um dos problemas que o povo daquela região sofre. Outro problema seríssimo é a falta investimento na malha urbana. 90% das ruas daquele município são de piçarra, de muita poeira, causando doenças, transtornos aos moradores, sobretudo, às crianças que não tem a imunidade dos adultos”, disse.

Ele aproveitou para acionar os deputados Manoel Ribeiro e Hélio Soares, que têm a atuação política na cidade. “Gostaria de aproveitar e fazer um apelo e pedir aos meus colegas Manoel Ribeiro e Hélio Soares para que possam incorporar esse movimento em defesa de Cândido Mendes, pois a cidade precisa de atenção do governo com rápidos investimentos a fim de melhorar a situação dos moradores”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz