quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Comissão verifica situação do sistema de saúde em Paço do Lumiar



A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa esteve na tarde desta quarta-feira (9) em Paço do Lumiar para verificar a situação do sistema de saúde no município. A Comissão formada pelas deputadas Valéria Macedo (PDT), Cleide Coutinho (PSB), Vianey Bringel (PMDB) e Francisca Primo (PT), foi recebida pelo prefeito Josemar Sobreiro, o vice Marconi Lopes, o presidente da Câmara, vereador Leonardo Bruno, e a secretária de Saúde Maria Nadir. Após a reunião com o prefeito, a comitiva seguiu para as visitas nas unidades e postos de saúde da região.

A visita foi motivada por denúncia da sociedade civil organizada que reivindica do governo do estado a construção de um hospital e de uma maternidade para o município.“ Nosso município tem hoje, segundo o IBGE, uma população de 113 mil habitantes, e não há um hospital para atender essa demanda. O que queremos é uma solução para o problema e a soma de esforços dos governos estadual, federal e municipal para viabilizar nosso hospital”, disse Raimundo Barbosa, coordenador do Fórum da  Criança.

A secretária de Saúde Maria Nadir Costa explicou que a prioridade em meses de gestão foi reorganizar os serviços de atenção básica e que a demanda de média complexidade também vem sendo atendida. Ela explicou ainda que, por falta de estrutura, as crianças não nascem em Paço do Lumiar e preciso um esforço da prefeitura para que garanta que a naturalidade da criança seja de Paço do Lumiar.  

A cobrança das lideranças políticas que acompanharam as atividades é por melhorias e mais investimentos. O prefeito Josemar Sobreiro informou que há um projeto para a construção de um hospital, com recursos próprios da prefeitura, mas é preciso que o estado garanta o funcionamento do hospital e da maternidade.  

A Unidade Mista do Maiobão, maior pronto – socorro da região, também foi visitada pela Comissão de Saúde. Em média, a Unidade atende cerca de 70 mil pessoas por mês, mas devido a reformas, esse número caiu para 40 mil.

As deputadas defendem que o governo do estado construa um hospital e uma maternidade para atender a população do município.  A Unidade Mista do Maiobão, mantida pelo governo, não atende exclusivamente a população de Paço do Lumiar.

Para a deputada Cleide Coutinho (PSB), vice-presidente da comissão, a construção de um hospital é uma obrigação do governo. “Não é pelo fato de estar próximo de São Luís que não precise ser construído o hospital. Paço do Lumiar é uma cidade com mais de 110 mil habitantes, tem prefeito , tem Poder Legislativo. Então, a população tem que ter um hospital”.

A deputada Valeria Macedo (PDT), presidente da comissão de saúde, lamentou o descaso do governo do estado com a saúde de Paço do Lumiar e reforçou a necessidade de um hospital e uma maternidade. A deputada informou que será feito um relatório técnico, com as críticas e sugestões, para ser encaminhado aos órgãos competentes.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz