terça-feira, 18 de junho de 2013

Vacinação contra paralisia infantil segue até sexta-feira (21)


Até a próxima sexta-feira (21) segue em todo o Brasil a vacinação contra a paralisia infantil. A Campanha Nacional teve início no último dia 08 de junho e, em São Luís, atingiu, até agora, cerca de 60% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que foi de 70 mil crianças entre 06 meses e 04 anos e 11 meses.

Quem ainda não vacinou seu filho deve levá-lo a qualquer posto de saúde acompanhado da carteirinha de vacinação. Em São Luís, a Secretaria de Saúde (Semus) continua ofertando a vacina normalmente em todos os postos.

A paralisia infantil é causada por um vírus transmitido de pessoa a pessoa através de água e alimentos contaminados pelas fezes ou, mesmo, pelo contato direto com as fezes. Normalmente, os maiores danos são causados aos membros inferiores (pernas). Não existe cura para a doença. Os tratamentos realizados para os portadores de enfermidade servem apenas para minimizar os problemas surgidos em decorrência da paralisia infantil, como edemas, dificuldades respiratórias, entre outros.

As campanhas de vacinação contra a paralisia acontecem há 34 anos. Desde 1990, não são registrados casos da doença no país. A preocupação hoje está na importação do vírus de países que ainda não extinguiram a doença como vários países africanos, por exemplo. Com os grandes eventos que acontecerão no Brasil (Copa das Confederações, Copa do Mundo, Jornada da Juventude, Olimpíadas), naturalmente, o número de turistas aumentará em todo o país, inclusive de pessoas advindas de regiões ainda endêmicas.

Como São Luís tem um forte potencial turístico, a Semus, além de desenvolver campanhas específicas, fará uma vigilância constante para detectar possíveis situações de ameaça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz