segunda-feira, 17 de junho de 2013

Estrada do Arroz será asfaltada; deputado Antonio Pereira comemora


Foto Materia

O deputado Antônio Pereira (DEM) comemorou nesta sexta-feira (14), a decisão da governadora Roseana Sarney (PMDB) de autorizar a pavimentação dos 64km da “Estrada do Arroz”  (MA-123), uma importante  e estratégica rodovia estadual que interligará, por asfalto, os municípios de Imperatriz, Cidelândia e  prósperos povoados. O projeto do Governo do Estado foi apresentado ontem (13) pelo secretário de Infraestrutura (Sinfra), Luís Fernando, durante solenidade na igreja católica no povoado Coquelândia.

O democrata lembrou que o asfaltamento da “Estrada do Arroz” é uma antiga luta parlamentar de sua autoria, iniciada em 2003 no começo do seu primeiro mandato. “Em breve, com a determinação da governadora e do secretário Luís Fernando, concretizaremos este importante pleito de nossos irmãos da Região Tocantina e da Suzano Celulose, que precisam trafegar com tranqüilidade e escoar a produção com segurança”, afirmou.

Antônio Pereira comentou que seu pleito para pavimentar a “Estrada do Arroz” foi feito para atender pedidos dos prefeitos, dos vereadores e da própria população dos municípios e dos prósperos povoados cortados pela estrada. Com isso, Antônio Pereira mobilizou todas as esferas de poder, por meio de indicações protocoladas na Assembleia, para conseguir o benefício. Agora, a governadora Roseana Sarney liberou a importante obra.

No final de 2012, Antônio Pereira protocolou uma emenda parlamentar ao orçamento do governo do Estado de 2012, na Mesa Diretora da Assembleia, pedindo a liberação R$ 10 milhões para asfaltar a “Estrada do Arroz”, no trecho compreendido entre a fábrica Suzano Celulose e a cidade de Cidelândia. Na oportunidade, a governadora anunciou que estava articulando empréstimos junto ao BNDES para recuperar a estrada.

O parlamentar destacou que a emenda parlamentar foi fruto de pleito da população dos municípios de Cidelândia, de Imperatriz e dos povoados de Esperantina, Açaizal, Matança, Olho D’Água, Coquelândia, São Félix e Petrolina, onde o acesso a Imperatriz é feito, de forma precária, por meio de estradas de piçarra, quase intrafegáveis.  Os recursos para a construção da “Estrada do Arroz” já estão garantidos por meio de empréstimos junto ao BNDES.

O PROJETO

Durante a solenidade, o projeto da “Estrada do Arroz” foi detalhado pelo subsecretário de Infraestrutura, o engenheiro José Raimundo Frazão Ribeiro.  Segundo ele, a Sinfra deve pavimentar toda a extensão da estrada, construir de 10 pontes de concreto sobre riachos e drenagem superficial e profunda com a construção de galerias. Frazão adiantou que agora o Governo do Estado abrirá processo licitatório para elaboração do projeto. A previsão para o início da obra é o final do segundo semestre deste ano.

Estavam presentes na solenidade o secretário de Estado da Agricultura, Cláudio Azevedo os deputados Dr. Pádua, Léo Cunha, Antônio Pereira, os prefeitos Sebastião Madeira (Imperatriz, Ivanildo Paiva (Davinópolis), Vanderlúcio Simão (São Pedro da Água Branca), Ivan Antunes (Cidelândia), Cícero Morais (Estreito), Carla Batista (Vila Nova dos Martírios), o presidente da Câmara de Vereadores de Imperatriz, Hamilton Miranda, vereadores e outras expressivas lideranças da Região Tocantina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz