quinta-feira, 13 de junho de 2013

Deputado Arnaldo Melo visita obras do novo aeroporto de Barreirinhas


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB) visitou nesta quarta-feira (12), a convite do prefeito de Barreirinhas Léo Costa, o novo aeroporto do município, que foi concebido com recursos do Ministério do Turismo em parceria com o governo do Estado e teve seu projeto ativado pela atual gestão.

De acordo com Leo Costa, a estrutura estava abandonada. “A tela metálica que protegia a pista de 1,6 mil metros já não existia e a rota estava sendo utilizada por populares como via de acesso a outros povoados”, relatou.

Vale destacar que a Agência Nacional de Aviação Civil [Anac] proibiu, desde abril de 2010, o município de receber turistas e outros afins, via aérea, pela ausência de um terminal de passageiros.

Por conta disso, em janeiro deste ano, a prefeitura conseguiu, através da Secretaria Nacional de Aviação Civil, a concessão para administrar o novo aeroporto de Barreirinhas.

Vários reparos já foram feitos e um terminal alternativo de passageiros está sendo construído, a fim de que a prefeitura retome o projeto de homologação do aeroporto junto à Agência Nacional de Aviação Civil, podendo, assim, receber vôos.

Sobre a questão, Arnaldo Melo enfatizou ser de grande relevância e urgência essa homologação, uma vez que “Barreirinhas é um importante polo turístico do Estado, não podendo ficar fora da rota de vôos, inclusive charter”.

Ele destacou, ainda, que a contribuição do governo do Estado com a construção e recuperação de vários trechos de rodovias, interligando os municípios maranhenses, também impulsionará o desenvolvimento da região dos Lençóis Maranhenses.

“Essas obras possibilitarão um fluxo maior de veículos de pequeno, médio e grande porte, bem como facilitarão o acesso para conhecer os Lençóis Maranhenses”, argumentou Melo.

AEROPORTO ANTIGO

Quanto ao antigo aeroporto, Leo Costa informou que a proposta é transformá-lo em um Complexo com pista para caminhadas, ciclovia, quadra poliesportiva e playground.

“Temos um terreno de 10 hectares com 900m de pista. A previsão é transformá-lo num centro de lazer para a população e para os visitantes. Além disso, a ideia é fomentar o artesanato e a produção local, com a instalação de uma feira”, finalizou Leo Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz