terça-feira, 21 de maio de 2013

Deputada Gardênia Castelo pede apoio para a aprovação do projeto de sua autoria

Foto Materia

A deputada Gardênia Castelo (PSDB) pediu,  nesta terça-feira (21), apoio para a aprovação do projeto que diz respeito à criação de um sistema integrado estadual de registros de violência doméstica e familiar contra a mulher, que será chamado de SOS Mulher.

O projeto, que já passou pela Comissão de Constituição e Justiça e pela Comissão de Direitos Humanos, tem como proposta criar um banco de dados coordenado pela Secretaria de Segurança, de casos de mulheres em situação de violência registrados em instituições, hospitais, escolas e delegacias.

A ideia, segundo a deputada, é que com essa coleta de dados se forme um banco com números reais da violência contra mulher no Estado, para que se trabalhe de maneira objetiva o enfrentamento desse tipo de violência.

“Na realidade, a intenção nossa com esse projeto é exatamente para suprimir essa dificuldade de informação que nós temos aqui no Maranhão, nós não sabemos de fato quais são os dados, as estatísticas reais desses números da violência contra mulher. A partir daí poderemos ter um espelho de fato e trabalhar as políticas públicas”, justificou Gardênia.

No projeto, foi sugerido que sejam enviadas mensalmente para o SOS Mulher cópias de todos os documentos que tratam de questões relacionados à violência praticada contra mulher, como: boletins de ocorrências, retificações, certidões, exames de corpo de delito e documentos similares.

“É um projeto simples, mas de grande alcance social, basta, de fato, vontade política. Peço que a governadora do nosso Estado, Roseana Sarney, não vete esse projeto para que seja sancionado. E eu não tenho dúvida de que será de grande valia para o enfrentamento de violência contra mulher”, apelou a deputada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz