quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Eliziane defende que plano de educação seja debatido com movimentos sociais


dp  ELIZIANE GAMA (PPS)

A deputada estadual Eliziane Gama (PPS) defendeu na manhã desta terça-feira (27) que o Plano Estadual de Educação seja discutido com os movimentos sociais e aprovado pela Assembleia Legislativa. De acordo com a deputada, esta será uma forma de garantir continuidade e avanços nas políticas de educação no Maranhão.
“Esta Casa precisa capitanear o movimento pela educação no Maranhão. Para que tenhamos um Plano Estadual da Educação a partir de um levantamento das problemáticas, traçar metas, e acima de tudo apresentar propostas para melhoria do quadro da educação no Estado”, defendeu.
Na tribuna, a deputada lamentou que em 20 anos as políticas educacionais, principalmente no interior do Estado não tenham avançado.
“O quadro da educação no Maranhão não se alterou muito nos últimos anos. O que temos, infelizmente, é uma grande população de jovens que ainda sonha se capacitar e entrar na Universidade, mas não têm como fazer isso, porque as estruturas são muito limitadas”, comentou.
Eliziane exemplificou esta situação no interior do estado a partir de sua própria história. Ela lembrou que para poder estudar e ingressar na universidade precisou morar em São Luís, assim como milhares de jovens.
“Eu vim do interior do Maranhão, com 14 anos de idade, porque onde morava não havia possibilidades, de cursar o então 2º grau e sonhar em entrar na universidade”, lembrou.
A parlamentar destacou a preocupação com a capacitação dos jovens e interiorização da universidade, principalmente para atender a necessidade de mão de obra aos grandes empreendimentos e investimentos que chegam ao estado.
“Na maioria dos investimentos que se instalam aqui, a mão de obra vem de outros Estados, porque não há a capacitação á altura. A interiorização da Universidade é um dos princípios para que tenhamos um Estado desenvolvido”, afirmou.
Eliziane disse ainda que apresentará requerimento para registro do artigo do historiador Jhonatan Almada publicado no Jornal Pequeno nos anais da Assembleia Legislativa, que tratou sobre a situação do Estado. Ela também a firmou que solicitará audiência pública para discutir o Plano Estadual de Educação e traçar rumos e melhores para a juventude do Maranhão
“Não teremos um Estado melhor e economicamente desenvolvido, se não tivermos um olhar para educação”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz